Ritmos
Sem imagem




Certos pesquisadores postulam que o Bolero é um ritmo adaptado da clássica balada medieval às raízes afro-espanholas, que se desenvolveu com vigor em Cuba, Porto Rico, República Dominicana e México.
O nascimento do gênero foi na cidade de Santiago de Cuba, provavelmente em 1885. Por este motivo diz-se que Cuba é a mãe do Bolero. Surgiram dezenas de compositores e intérpretes latino-americanos.
Esse ritmo é avô do Mambo ¹ , Chácháchá ² e Salsa.
O movimento básico é o famoso 2 pra lá 2 pra cá, sendo lateral ou longitudinal; possuindo variações de caminhadas e giros.

¹ Mambo - é uma dança originária da América Central, mais precisamente de Cuba, no final da década de 30, inspirada no Danzón (dança cubana do séc. XIX, derivada da dança crioula, que evoluiu das antigas danças rurais européias e danças da corte.

² Chácháchá - surgiu nos anos 50, em Cuba, seguindo próximo aos calcanhares do Mambo, de onde foi desenvolvida.
Baseado num movimento chassé ( três passos ligados ) que é dançado em simultâneo com os tempos nítidos da música. Diz-se que o nome chácháchá imita o som produzido pelos pés dos bailarinos no chão dançarem esse chassé.

Detalhes
Sem imagem



Existem duas versões para o significado do nome Forró. A primeira versão é que vem de "for all", que em inglês significa "para todos". E indicava o livre acesso aos bailes promovidos pelos ingleses que construíam ferrovias em Pernambuco no século passado. A outra versão vem do termo africano "forrobodó" que significa festa, bagunça.
O Forró caiu no gosto popular em 1941, através da música de Luiz Gonzaga, que tirou o Forró dos guetos nordestinos e apresentou-se para o público das outras regiões do país, por vencer o concurso da Rádio Nacional da época.
Dança-se em diversos tipos de música de origem nordestina, como o Baião, Xote, Coco, Xaxado, etc; pois a rigor não existem nem a dança e nem o gênero musical chamado forró.
Atualmente está no auge o Forró pé de serra - Forró universitário.
Baseia-se no movimento de 2 e 2, com muitos rodopios e voltas pelo salão, sempre com muito swing corporal.

Detalhes
Sem imagem

A palavra quer dizer molho, tempero; e originou-se do ritmo chamado Son ¹.
A utilização o nome Salsa deu-se apenas por volta de 1973, quando o Son e a Roda de Casino ² se popularizou na América do Norte.
A partir dos anos 80 começou a fazer um grande sucesso na juventude de Cuba. E hoje, juntamente com o Tango, é uma das mais dançadas por todo o mundo.
Seu primo-irmão, o Merengue ³, que surgiu por volta de 1844, também tornou-se moda nos salões de baile da Republica Dominicana.
Dançada com base lateral (2 e 2) e longitudinal (123,567), com muito swing corporal.

¹ Son - nascido nas comunidades rurais do Oriente Cubano, com base de ritmos africanos e letras de estrutura européia.

² Roda de Casino - nos anos 50 em Havana, nos grandes lugares de reuniões sociais e festas, tais como o Casino Deportivo e o Casino de La Playa, se dançava o Son e outros ritmos cubanos. A influência que esses ritmos exerceram na forma de se dançar o Son trouxe como conseqüência um novo estilo: o Casino, assim chamado por causa dos lugares onde nasceu.
A Roda de Casino apareceu por volta dos anos 60 mas se tornou um fenômeno nacional depois que apareceu na tv em rede nacional nos anos 80.
É dançada ao som de uma Salsa, no formato de uma roda, onde os casais executam passos a partir do comando de um líder e freqüentemente trocam de pares.

³ Merengue - é uma dança folclórica dominicana que se difundiu mundialmente e que muitos consideram como a dança nacional da República Dominicana. Surgiu por volta de 1844 e já em 1850 tornou-se moda. Marcada aqui no Brasil como a Marcha (11111..), com muitos rodopios para a direita e para esquerda.

Detalhes
Sem imagem



A palavra vem de Semba, do idioma africano que significa umbigada.
É derivada de dança de roda, como o Lundu, Jongo¹ e sobretudo do Maxixe.
Popular a partir de 1920, e em 1960 serviu de base para a Bossa Nova.
O Samba de Gafieira teve início na década de 20, nos salões cariocas. Esses 'points' eram conhecidos como gafieiras, que vem de gafe (muitos frequentadores dançavam de qualquer jeito, cometendo, segundo os mais tarimbados, uma série de gafes).
Para dançar utiliza-se a Bossa Nova, o Chorinho, o Partido Alto, o Samba de Breque, o Samba Canção...
Os movimentos característicos são: quadrado, puladinho, faquinha facão e o pião.

¹ Jongo - era a dança predileta dos negros. Por causa de grande quantidade de pessoas que nela tomavam parte podia prolongar-se indefinidamente, sem cansaço. Era realizada por uma exibição de cada dançarino, que faziam movimentos lascivos, a mulher ou o homem, dançando no meio do grande círculo, atordoados com as baterias, o sapateio e o canto geral.

Detalhes
Sem imagem




Soltinho / Jive é a forma abrasileirada para se dançar o rock.
Não se sabe ao certo quando surgiu, mas se tem idéia de onde veio, pois o Soltinho é muito parecido com ritmos norte-americanos como o West Cost Swing, Lindy Hop, e Jive ¹ , mas aqui no Brasil está dança ganhou uma forma própria. Muitos dizem que a dança foi influenciada pelo 123 do chácháchá.
O Soltinho é apenas a dança não tem música característica; dança-se com músicas como o Rock anos 50, 60 e 70, Swing, Fox e Pop.

No Rio de Janeiro começou a ser dançado a partir da déc. De 80, e em São Paulo na déc. De 90.
A dança é contagiante com passos e giros que facilitam a improvisação do estilo.

¹ Jive - era uma dança praticada entre os negros norte americanos, e em 1880 realizavam várias competições.
Há uns dez anos foi divulgada no Brasil com grande aceitação pelos praticantes de dança de salão.

Detalhes
Sem imagem




Surgiu na Andaluzia (Espanha) e popularizou-se na Argentina, unindo-se à Milonga Criola e à Habanera Argentina.
Desenvolveu-se nos subúrbios e cabarés do cais de Buenos Aires. Num primeiro momento havia uma espécie de competição entre os homens para ver quem cortejava o maior número de mulheres através da dança.
Mais tarde a dança ficou popular, e pelo fato dos casais se apresentarem com o rosto colado e realizarem passos sensuais, a dança chegou a ser proibida, como o Maxixe.
Por volta de 1880, já apresentava características argentinas.
É importante diferenciar o tango-salão para o tango-fantasia; o primeiro não possui saltos nem movimentos espalhafatosos e é utilizado nos salões de bailes 'milongas'. Já o tango-show vale tudo, onde normalmente é coreografado e com acrobacias.
Também praticado por dançarinos, além do Tango, a Milonga ¹ e o Tango - Valsa ².
Todo grande dançarino necessita saber caminhar pelo salão, possuindo bases de seis, oito e até onze tempos.

¹ Milonga - Canto e dança de Andaluzia que, nos fins do séc. XIX, se popularizou nos subúrbios de Montevidéu e Buenos Aires. Estilo de música alegre, tradicional em várias partes da América Latina e da Espanha. Derivada da Habanera, assim como o Tango. Dança-se marcada todos os tempos(111...) com variações em contratempo(rápidorápidolento).

² Tango-Valsa - Estilo de música suave, que mescla o Tango e a Valsa. Dança-se movimentos de caminhada e muitos giros de rotação e translação.

Detalhes
Sem imagem

A música Zouk nasceu nas Ilhas de Guadalupe, Martinique, Santa Lucia e Dominica. Colonizadas por franceses e ingleses, o Zouk é cantado na sua maioria em Creòle (combina ritmos das pequenas antilhas, pop. dos EUA e França, percussão africana e sons nativos), com dialeto francês.
No Caribe o Zouk como dança difere do que temos no Brasil, pois o que se dança aqui é uma variação moderna da Lambada ao som do Zouk.
É dançado com movimentos contínuos, de muita ondulação, com giros e cambrés, que resultam num passeio em liberdade melódica, com respiração nas pausas musicais.

A Lambada é um ritmo eminentemente brasileiro resultante da fusão do Forró (nordestino), Carimbo¹ (paraense), Cumbia ² e Merengue (latinos).
Nasceu no nordeste, desenvolveu em Porto Seguro e estourou no país todo com o sucesso do grupo Kaoma, em 1989, com a música "chorando se foi", uma adaptação para a Lambada.
A Lambada como música saiu de moda cedendo lugar para outros ritmos latinos, mas a vontade de dançar não morreu. Foi aí que o Zouk surgiu como música alternativa para se dançar a Lambada.

¹ Carimbó - dança que surgiu da necessidade que os negros escravos sentiam de se divertir. É dançado principalmente no estado do Pará, possuindo três estilos: praieiro (zona atlântica do Pará), pastoril (em Marajó) e rural (baixo amazonas).
É uma variação do Batuque; e o nome Carimbó aplica-se tanto a dança como a música. A coreografia caracteriza-se como uma Dança de Roda, isto é com formação circular, com homens e mulheres dançando em pares, e que em alguns momentos se separam acontecendo a chamada dança de solista.

² Cumbia - A origem é negra, seu nome provém de Cumbé, dança popular da zona equato-guineana; com instrumentos utilizados pelos índios, como a flauta de milho.
Ë muito popular no Panamá, Venezuela, Peru e em especial na Colômbia, onde é considerada dança nacional.

Detalhes